Se este espaço é seu, porque não aproveitá-lo? Podem até nem lhe fazer a vontade, mas será ouvido(a)! Envie a sua informação para: nospormoura@sapo.pt

Terça-feira, 21 de Setembro de 2010

CARTA ABERTA À ENGª. M.

.
A carta é longa, foi enviada à Engª. M. com conhecimento do Nós Por Moura.  Apesar de longa merece ser lida porque mostra um pouco daquilo que acontece nos bastidores e que é bom que a opinião pública saiba. A carta está assinada, mas como sempre é feito e pedimos que cumpram. Os nomes serão sempre suprimidos, excepto quando figuras públicas em actos públicos se sobmetem deliberadamente à crítica.
.
"Exma. Eng.ª  M.,
 
Na sequência do artigo de opinião publicado na “Planície” desta quinzena, cujo título me agradou “Moura Sol – A limpeza é uma tarefa colectiva”. Apesar de não ter sido eu a escrevê-lo, sou morador deste bairro e concordo em parte com ele.
Este artigo transportou-me para as duas ocasiões em que me dirigi à câmara para falar consigo acerca da limpeza e outros assuntos relativamente a este bairro.
Visto que a situação se mantém e pelo que já percebi a sua capacidade de observação e liderança deixam muito a desejar, resolvi tornar público o que não se fez por sua iniciativa, mas porque um cidadão consciente dos seus direitos a fez fazer.
Lembro-a mais uma vez que a limpeza neste bairro, e zona pedonal de acesso ao mesmo, precisa ser feita periodicamente e não só no dia a seguir às minhas reclamações.
 
Lembro-a também, e torno público, que a primeira vez que as ervas foram arrancadas na zona pedonal e se fez uma limpeza que durou 3 dias nesta zona, foi por minha sugestão que, na altura, apontei também a falta de rampas de saída do passeio junto ao cemitério, arranjo do passeio na mesma zona entre outras coisas, algumas que já estão feitas e outras por fazer.
Lamentavelmente, por lapso, esqueci-me de referir algumas coisas que deveriam ser melhoradas e como não referi, não foram feitas.
 
Percebi a determinada altura que sorriu, e ao notar que eu não gostei, se desculpou com o “tom irónico com que fala”. Eu não estava a ser irónico, eu estava sim, a descer ao seu nível para que me entendesse. Parece que assim conseguiu perceber.
Na sequência da celeridade no tratamento das questões apresentadas (logo no dia a seguir e durante 3 dias) entendi por bem telefonar-lhe e agradecer a celeridade e o tratamento dado aos problemas apresentados.
 
Como algumas coisas ficaram por fazer e a limpeza estava de novo esquecida, passados alguns dias, voltei de novo à câmara para falar consigo. Depois de esperar 50 minutos, lá consegui chegar à conversa consigo para a lembrar que a limpeza no bairro Moura Sol e na zona pedonal continuava a não ser convenientemente feita, bem como outros problemas que aconselhei que fossem resolvidos. Nomeadamente, a proibição da colocação de publicidade nos postes ou a retirada desta dos mesmos porque as ripas de madeira ou outro material destes cartazes a baloiçar ao nível da cara das pessoas que por ali passam representa um perigo público. Referiu que isso seria muito complicado. Não sei porquê, mas acho que deveria ser pensado.
Referi também que o passeio estava a afundar em alguns locais e sugeri que, se esta obra estivesse a coberto de alguma garantia do empreiteiro, deveria a mesma ser accionada evitando assim futuras despesas para a câmara. Nada foi feito até ao momento.
 
Referiu que alguns destes problemas relativamente à limpeza tinham a ver com a falta de recursos. Não me parece. No mesmo dia em que falei consigo, depois de 50 minutos de espera, de cerca de 15 de conversa e contando o tempo das deslocações a pé, encontrei exactamente no mesmo sítio, à sombra de uma árvore junto ao palácio e à conversa, o mesmo varredor que tinha visto quando fui falar consigo. Penso que não sabe distinguir falta de recursos com gestão e controlo dos mesmos.

 

Tal como lhe disse na primeira ocasião em que conversámos, sou um cidadão que estou atento ao meio que me rodeia e gosto de me sentir confortável na cidade, bairro ou rua onde moro e que tenho dificuldade em tolerar a falta de profissionalismo principalmente no sector público. Por ter o hábito de ser frontal e gostar de tratar os assuntos nos locais próprios, me dirigi ao seu local de trabalho para tratar os assuntos acima mencionados. Infelizmente o seu comportamento levou-me a optar por fazê-lo agora desta forma, mas quero que saiba que não terei qualquer problema em dirigir-me a si de novo para tratar estas ou outras questões com a frontalidade com que aqui o faço e que conhece. Optei por fazê-lo assim porque não gostei da forma com que me “despachou” alegando que tinha outra pessoa à espera para falar. O tom rosado da sua cara deixava passar o embaraço em que estava metida, até porque havia mais gente ao balcão a ouvir a nossa conversa, e por isso o fez. Deixe-me dizer-lhe que, da leitura que tenho feito, lhe falta alguma maturidade profissional entre outras coisas. Ninguém é mais importante que ninguém e por isso não se “despacha” ninguém porque podemos correr o risco de parecer que nos falta alguma educação.

 

O mail já vai longo, mas como não gosto de deixar os assuntos por tratar e muito menos “despachá-los” fingindo não existirem, informo-a que, desde o dia 21 de Junho, há 3 meses, junto ao quadro da EDP que está ao lado da porta da antiga Lógica, está caído no chão um reboco com cerca de 1 m2 que ainda ninguém se dignou a limpar apesar da multidão de gente que andou a limpar aquela zona por ocasião da feira. Informo também, que a parede do mesmo edifico está à beira de ruir apresentando uma fenda de cerca de 10 cm de largura por 60 cm de comprimento junto ao beiral e que se agrava de dia para dia. Esta representa perigo para a via pública, mas a atenção dos nossos técnicos parece estar voltada para outros assuntos e por isso não vêem estas coisas.

 

Relativamente ao artigo publicado na “Planície” que acusa os moradores de alguma falta de civismo. A pessoa que o escreve sabe que os moradores deste bairro que despejam o lixo nos contentores apresentados na fotografia, são os mesmo que despejam o lixo nos contentores junto ao triângulo onde estão inscritas as letras com o nome do bairro. O que essa pessoa talvez não saiba ou nunca tenha reparado é que existem várias diferenças entre eles que produzem ou não esta falta de civismo. Os primeiros não têm pedal para abrir, estão nojentos no local onde se empurra para abrir e não estão higienicamente tratados, já os segundos estão em conformidade com o aconselhado e por isso os moradores não deixam o lixo no chão.
 
Com os melhores cumprimentos, 
A. L."
Publicado por: Nós Por Moura às 08:05
| Comentar
6 comentários:
De Paulo a 25 de Setembro de 2010 às 23:53
Eu acho que este artista, residente do Bairro Moura Sol / Gira Sol em vez de ter vindo falar a Eng. da Câmara, devia falar com o responsável, o Presidente. Mas também pode juntar os vizinhos ai do Bairro, uma vez que estes não fazem nada e é só ganhar o dinheiro do rendimento mínimo e assim fazer a limpeza ai do Bairro e as outras obras que ele menciona na carta. Já que tem tempo para ver o que esta mal e vir a pé ate a Câmara e assim sempre fazia alguma coisa de útil e poupava tempo…


De Anónimo a 27 de Setembro de 2010 às 09:12
Que burrice é que está a dizer? É claro que isto é da responsabilidade da Câmara. Este Senhor fez muito bem em denunciar a situação. Se os populares começarem a fazer os trabalhos que competem à Câmara então para que é que esta serve? Não deverá ser só para pagar ordenados a chulos tem que desenvolver trabalho. E é verdade sim senhor esta situação é uma vergonha.


De Penduras a 27 de Setembro de 2010 às 11:06
São estas e outras questões que a maioria das pessoas nem sonhavam e que este tipo de sites vêm pôr a descoberto e é bom que estas coisas se saibam para que a opinião pública saiba o que se faz ou não se faz por iniciativa ou falta dela por parte dos técnicos que estão nos gabinetes da câmara a imaginar um mundo perfeito quando a realidade cá fora é outra.


De Anónimo a 27 de Setembro de 2010 às 12:12
É isso que todos devia-mos fazer, denunciar nos locais próprios aquilo que achamos errado.
Uma coisa é certa, se eu fosse a tal vereadora demitia-me das minhas funções. Pois ao que parece, está lá só para manter o tacho.
Imaginem os comunistas a despachar pessoas, porque têm alguém para receber.
Que falta de pudor e sentido de responsabilidade essa srª têm.
Demita-se, faz um favor aos municipes e ao partido também. Se não fizer, devia ser o presidênte a fazê-lo.
Se tivesse coragem e os interesses de cada um de vós, não se sobrepusencem aos de todos nós.


De 1 dos Manos Courela a 28 de Setembro de 2010 às 07:53
E o responsável pelo serviço de limpeza, que tem uma viatura à disposição e não vê o lixo em determinadas áreas?

Experimentem a fazer a pé ou de carro, do sítio da feira até ao fim do mourasol e vão ver as bermas da estrada cheias de lixo (plásticos, papeis, restos de roupas, partes de brinquedos, latas, etc) e que nunca devem ter sido limpas.

Curiosamente, aquando da feira, limpam e melhoram as valetas do prédio rústico onde fazem o estacionamento e dali para a frente continua tudo num estado miserável e porco.

A uns quantos caciques que por aqui aparecem, tenham vergonha, sejam humildes e reconheçam que há coisas que estão mal.

Courela Bros.



De Cusco a 29 de Setembro de 2010 às 23:15
Hoje andaram lá umas gajas bué de boas a limpar aquilo tudo, isto é, quase tudo, mas as bácuras em vez de arrancarem as ervas, pizaram-nas para o lado contrário ao passeio, ora durante a tarde o vento reorganizou-as e está tudo na mesma. Oh Deus!!!! Isto já parece um circo... há palhaços e palhaçadas por todo o lado. Isto sem querer ofender os palhaços, naturalmente.
Ao ponto a que chegámos!!!!


Comentar Post

 

 

     nospormoura@sapo.pt

PESQUISAR

 

ESTATÍSTICAS

        online

        

Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


ÚLTIMAS POR CÁ

HÁ VERDADES QUE NÃO SE PO...

MOURASOL - BAIRRO ABANDON...

A SUA OPINIÃO

VERDADE ESCONDIDA - GIRAS...

CONFIRMADO - ASAE ENCERR...

ASAE ACABA DE ENCERRAR FE...

J.F. AMARELEJA GANHA PROV...

QUE TAL UM POUCO MAIS DE ...

O SEU COMENTÁRIO FOI APRO...

PALAVRA DE HONRA

PALAVRA DE HONRA

XII OLIVOMOURA

NEM TUDO É MAU

PALAVRA DE HONRA

CARTA DE LEITOR

UMA PERGUNTA:

FEIRA DO LIVRO 2012

O SECRETÁRIO DE ESTADO, C...

SERVIÇO PÚBLICO

A PEDIDO DE ALGUÉM, AQUI ...

ARQUIVOS

Outubro 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

LINKS

 

 

OBRIGATÓRIOS

Alvitrando

Amarelejando

Amílcar Bengla Mourão

Avenida da Salúquia 34

Bichos Carpinteiros

Conmoura

Entre as Águas

PDMoura

Praça da República

Prova Oral

Quarta República

 

OUTROS LOCAIS

31 da Armada

Caminhos de Terra

Casal de Quarta

Casotinha das Surpresas

Castelo de Moura

Cláudia Félix

Fábrica de Imagens

Lá Vai Moura...

Moura Volei Clube

Ravalusiarte

Rente à Relva

Santo Amador

Semeando Leituras

Serra da Adiça

Sobral da Adiça

SOS Animais Moura

Teatro Fórum Moura

 

SITES ÚTEIS

A. D. C. Moura

AGVAmareleja

Alimentos Guadiana

AMPEAI

Associação 4 Esquinas

Azeites do Alentejo

BVMoura

Câmara Municipal de Moura

Comoiprel

Courela dos Aleixos

Courela Nova

EBI de Amareleja

Feiras de Amareleja

Feiras de Moura

Festas da Tomina

Freg. de Povoa S. Miguel

Freg. de S. João Batista

Freg. de St. Agostinho

Freg. de St. Amador

Gráfica Mourense

Grupo Ardila

Grupo Desp. Amarelejense

Hotel Passagem do Sol

IMGaspar

Logica

Moura Atlético Clube

Moura Cidade

Moura Desportos Clube

Moura Digital

Moura Investimento

Parque Noudar

Pinta Barris

Portal de Moura

Rádio Planície 92.8

Salero-Moda

Silvestre Raposo

SOS Animais

Sports4U

Univ. Sénior Moura

Vila de Amareleja

MAIS COMENTADOS

      Site Meter