Se este espaço é seu, porque não aproveitá-lo? Podem até nem lhe fazer a vontade, mas será ouvido(a)! Envie a sua informação para: nospormoura@sapo.pt

Quinta-feira, 9 de Setembro de 2010

A HIPOCRISIA NÃO É UM DEFEITO?!

Em resposta a alguém que parece não conhecer Moura, o Marcos lembra o seguinte:
 

"Como me parece que o Senhor não está a falar da mesma terra que eu (Moura - Baixo Alentejo) vou enumerar algumas carências que eu identifico e que não são todas, certamente terei oportunidade de lhe denunciar mais. - A recuperação do castelo (na totalidade) não ata nem desata - não está iluminado como é normal em qualquer outra terra deste País; - O Convento do Carmo vai acabar por cair. Não se esqueça que foi dali que saiu D. Nuno Álvares Pereira recentemente beatificado - nada disto é aproveitado para chamar turistas, curioso não? - A Mouraria (um bairro único) está descaracterizado com 1ºs andares e outras aberrações; - O complexo de muralhas da cidade está ofuscado quando poderia ser descoberto, conservado e iluminado (veja Serpa por exemplo, ou Évora); - Os ribeiros que atravessam a cidade ou estão tapados e com construções em cima ou cheios de matagal (não seria possível criar nas suas margens um parque da cidade, ajardinado, com parques de merendas, etc - um bom local para a criação das ciclovias de que falei); - O Estabelecimento Termal resume-se a duas ou três banheiras manhosas - Moura já foi conhecida pela qualidade das suas águas - quando actualmente por todod o País proliferam os SPA's e estabelecimentos termais modernos; - O Parque de Campismo.........é melhor nem falar disto; - O monumento à Moura Salúquia é uma coisa sinistra que eu nem sei descrever e que só serve para prender a esplanada de um café - não seria possível inaltecer de uma forma mais digna a história da cidade; - Não há um monumento digno e de bom gosto à quantidade e qualidade das nossas águas; - O Centro de Saúde é medíocre e não dá resposta ás necessidades da população - este é um do exemplos de construções em cima dos ribeiros que atravessam Moura; - Algumas ruas da cidade parecem retiradas de um filme de guerra - exemplo: Rua Bernardo Costa (sabe onde é?); - O nosso querido Cineteatro Caridade está ultrapassado e não tem sessões de cinema com regularidade; - A zona industrial é uma vergonha - não tem bocas de incendio suficientes ou estão inoperacionais, as valas de escoamento de águas estão completamente obstruidas, as ruas estão degradadas, os lotes não ocupados estão cheios de mato - não acha uma vergonha? Bem, estas são algumas coisas de que me lembro agora mas há mais...... Com as coisas nestes termos como é que o Sr. quer atrair turistas, fomentar a cultura junto das populações, fixação de jovens, dar condições dignas ao nível dos mais elementares direitos das populações como a Saúde, Justiça, etc, atrair investimento. Lembrei-me de mais uma coisa - já reparou que não vimos qualquer tipo de promoção ao civismo da população nem tão pouco o policiamento de proximidade e prevenção. Esta conversa poderia durar mais algum tempo mas penso que teremos mais oportunidade de escrever sobre a situação da nossa Cidade."

Comentário deixado por leitor em "AVISO - Estes comentários podem ser considerados pornográficos"

Publicado por: Nós Por Moura às 00:29
| Comentar
10 comentários:
De Anónimo a 9 de Setembro de 2010 às 11:46
Tal como imaginava, basta alguém pegar nas tais frases feitas e chavões mais apregoados, para terem honra de destaque. Publico a seguir a resposta que dei no local original.


De Anónimo a 9 de Setembro de 2010 às 11:46
A recuperação do Castelo está a ser feita por fases. Terá porventura o Sr. a mínima ideia dos montantes envolvidos nesse tipo de obras? No presente momento estão a decorrer as obras de construção do posto de recepção ao turista.

O convento do Carmo está dependente de investidores privados. A câmara não consegue suportar o custo da reconversão do edifício. Já foi uma grande vitória ter-se conseguido que esse património passasse para a posse dos Mourenses. No entanto e segundo me têm dito, as negociações com interessados estão a decorrer. E só mais um pormenor, D. Nuno não saiu do Convento do Carmo, ele veio sim a Moura buscar carmelitas para "povoar" o, na altura, recém edificado convento do Carmo de Lisboa.

A Mouraria já no século XVI tinha primeiros andares, para o constatar bastou-me olhar para a capa de um livro sobre Moura chamado "História da Notável Vila de Moura" que reproduz uma gravura desse período. A adulteração ao bairro original começou muito antes do século XX e é uma realidade. Mas de qualquer das formas está prevista uma intervenção no local para eliminar elementos arquitectónicos dissonantes através dos fundos comunitários. E irá arrancar dentro em breve.

A designada muralha nova foi recuperada há meia dúzia de anos e vai ser valorizada na mesma altura que se iniciar a construção do "terminal" e a transformação do Matadouro em Museu. A iluminação do Castelo de Moura, está para breve também. Acho que incluída nesta fase da obra de construção do Posto de recepção ao turista do Castelo. Mas posso-me informar melhor.

A requalificação do convento do Carmo pressupõe no seu projecto a existência dessa valência Termal. O próprio Hotel de Moura, quando construir a sua nova ala, será dotado desse equipamento.

A requalificação das margens das ribeiras é uma boa ideia, mas dentro desse género de intervenção a prioridade vai para o Sobral da Adiça. Porque se em Moura é uma questão estética, no Sobral é a vida de pessoas que está em causa. E a manta é mesmo muito curtinha, não chega para tudo.

A arte está ligada a gostos, e estes não se discutem.

Sobre o Centro de Saúde concordo plenamente consigo. Vamos embora reclamar com o ministério da Saúde.

Bernardo Costa era meu familiar, sei muito bem quem ele era e onde é a rua que fala. Acho que o estado da rua está relacionado com a obra que decorre nas proximidades.

O cine teatro Caridade vai ser, muito brevemente, dotado de novos equipamentos, mais condicentes com os tempos que correm, pelo menos foi o que me disseram quando perguntei o motivo pelo qual estava fechado.

Na zona industrial, que eu saiba, todos os lotes estão vendidos, logo são pertença de particulares. Se a câmara notifica os donos ou não para melhor cuidarem das suas propriedades, não o sei. Mas posso tentar saber.

O civismo começa por ser dado em casa, de seguida talvez nas escolas, digo eu. Mas concordo plenamente consigo, estranho é que uma pessoa tão viajada e conhecedora de outras realidades não consiga perceber que a falta de civismo é um dos grandes males nacionais. E não fazia mal em informar-se melhor sobre as actividades desenvolvidas por entidades como a CPCJ, a Associação Moura Salúquia, a APPACDM e até sobre o trabalho levado a cabo pelos técnicos de acção social da Câmara de Moura.

Sobre a falta de polícias concordo plenamente consigo. Bora todos reclamar com o MAI. Mas de há uns tempos para cá tenho reparado que já se vão vendo mais agentes nas ruas.

Moura não é uma cidade perfeita, longe disso. Mas que há muita coisa a ser feita, e bem feita, para a melhorar, lá isso há. Pelo seu discurso dá para perceber que gosta da sua terra, uma vez que aponta problemas para os quais a sua resolução é transversal a toda a sociedade. Aponta questões sob a tutela do Governo, estado central, Câmara, e até relacionadas com dinâmica da própria população.

Gostará por isso de saber que desde há alguns anos que é encarada como uma inevitabilidade a desertificação humana do interior do País, e que os investimentos têm de ser feitos no litoral já a contar com os que de cá querem sair. E não digo isto baseado nas minhas observações, está escrito no plano de Desenvolvimento económico e social, elaborado em Lisboa pelos que têm responsabilidades na criação de emprego, saúde, educação etc.


De Anónimo a 9 de Setembro de 2010 às 17:21
Ja que e tão conhecedor dos assuntos da câmara e afins coloco uma pergunta:
Porque ´´e que no castelo a intervenção começou pela pavimentação e não pela restauração da torre de menagem torre do relógio e afins?
Não será isto começar " a casa pelo telhado?"


De Anónimo a 9 de Setembro de 2010 às 23:53
E se a recuperação tivesse começado pelo restauro das estruturas, não estariam agora a reclamar pela pavimentação? E com esse tipo de prioridades estaria neste momento o espaço capaz de receber as dezenas de visitantes que ali passam todos os dias? E que eu saiba a intervenção não se limitou apenas à pavimentação, por baixo desta estão as infraestruturas essenciais para a execução dos restantes trabalhos, electricidade, esgotos, telefones etc. Não me parece por isso que se tenha começado a construir a casa pelo telhado.


De atento a 3 de Outubro de 2010 às 23:12
!..."quando perguntei..."por razão estava o Cine Teatro encerrado? o amigo não precisa perguntar, faz parte dos responsáveis


De Anónimo a 9 de Setembro de 2010 às 12:01
E remeto ainda aqui para um link para outro blogue: http://avenidadasaluquia34.blogspot.com/2010/09/taua-ceara.html

Cada vez vão sendo mais evidentes os propósito do autor deste blogue. Tá-se borrifando para Moura, ele tem pretensões é em fazer oposição política. Nada mais. Já várias vezes aqui foi confrontado com as suas meias verdades, factos mal fundamentados, gritante ignorância sobre este ou aquele assunto e nem por uma única vez soube reconhecer que falhou ou que se enganou.

Esta arrogância não é própria de quem se diz(ia) imparcial, é própria de quem tem ideias feitas e preconceitos e resolveu fazer um blog para descarregar um qualquer tipo de ressentimento pessoal.

Quando confrontado com as falhas, omissões e até falsas suspeições levantadas, não o reconhece. Apenas parece enfurecer-se ainda mais e voltar a falar nos mesmos assuntos gastos mas por palavras diferentes ou por palavras de terceiros.

Mas cá estarei eu e outros para o fazer enfurecer-se cada vez mais, para dar destaque às coisas positivas que por cá se vão fazendo, por mais que isso lhe doa. Moura não é como a têm pintado para freguês ver.


De moi a 9 de Setembro de 2010 às 15:23
ótra ves?
falta-te assunto?


De Curioso a 9 de Setembro de 2010 às 22:23
Curiososamente Moura não é a pior terra para se viver nem tampouco está tão degradada como a querem pintar. Temos exemplos de monumentos abandonados por todo o país. Um dos motivos mais importantes não é pela falta de vontade e sim pela falta de dinheiro.

Mas acho bem que sejam levantadas algumas questões neste blog. Mais não seja ficamos a saber o que se vai fazendo cá pelo concelho (pelo menos as respostas são bastante elucidativas...)!


De anónimo a 9 de Setembro de 2010 às 23:28
Concordo consigo

Uma das razões que me leva a visitar este "nós contra a câmara de Moura" é exactamente pela leitura das respostas.
Para além de elucidativas são fundamentadas, coisa que falta às questões que por aqui vão sendo levantadas.
É pena que assim seja, pois acho que até fazia falta no nosso concelho um blog realmente isento, que focasse os problemas com seriedade e não com o objectivo único de atacar a Câmara, ainda por cima levantando sempre as mesmas questões.
Isto começa a cheirar mal.


De Anónimo a 16 de Setembro de 2010 às 11:53
Como morador da Rua Bernardo Costa(antiga Rua Rabo de Cabra) deixe-me dizer-lhe o seguinte: aquilo que ali se encontra nada tem a ver com a obra que está naquela rua a decorrer, mas sim com a muito má qualidade do calcetamento que ali foi feito! Muito antes da obra começar já ela estava naquela vergonha! Não se partem pés e mais ossos ali porque não calha!!! Eu sou novo e ando sempre de ténis, agora imaginem os coitados dos idosos e as mulheres com saltos mais altos!!!
Será preciso apresentar a conta de algum centro hospitalar ou de alguma reparação de um carro para que ali se faça alguma coisa???
Não arranjem desculpas, mas sim soluções!


Comentar Post

 

 

     nospormoura@sapo.pt

PESQUISAR

 

ESTATÍSTICAS

        online

        

Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


ÚLTIMAS POR CÁ

HÁ VERDADES QUE NÃO SE PO...

MOURASOL - BAIRRO ABANDON...

A SUA OPINIÃO

VERDADE ESCONDIDA - GIRAS...

CONFIRMADO - ASAE ENCERR...

ASAE ACABA DE ENCERRAR FE...

J.F. AMARELEJA GANHA PROV...

QUE TAL UM POUCO MAIS DE ...

O SEU COMENTÁRIO FOI APRO...

PALAVRA DE HONRA

PALAVRA DE HONRA

XII OLIVOMOURA

NEM TUDO É MAU

PALAVRA DE HONRA

CARTA DE LEITOR

UMA PERGUNTA:

FEIRA DO LIVRO 2012

O SECRETÁRIO DE ESTADO, C...

SERVIÇO PÚBLICO

A PEDIDO DE ALGUÉM, AQUI ...

ARQUIVOS

Outubro 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

LINKS

 

 

OBRIGATÓRIOS

Alvitrando

Amarelejando

Amílcar Bengla Mourão

Avenida da Salúquia 34

Bichos Carpinteiros

Conmoura

Entre as Águas

PDMoura

Praça da República

Prova Oral

Quarta República

 

OUTROS LOCAIS

31 da Armada

Caminhos de Terra

Casal de Quarta

Casotinha das Surpresas

Castelo de Moura

Cláudia Félix

Fábrica de Imagens

Lá Vai Moura...

Moura Volei Clube

Ravalusiarte

Rente à Relva

Santo Amador

Semeando Leituras

Serra da Adiça

Sobral da Adiça

SOS Animais Moura

Teatro Fórum Moura

 

SITES ÚTEIS

A. D. C. Moura

AGVAmareleja

Alimentos Guadiana

AMPEAI

Associação 4 Esquinas

Azeites do Alentejo

BVMoura

Câmara Municipal de Moura

Comoiprel

Courela dos Aleixos

Courela Nova

EBI de Amareleja

Feiras de Amareleja

Feiras de Moura

Festas da Tomina

Freg. de Povoa S. Miguel

Freg. de S. João Batista

Freg. de St. Agostinho

Freg. de St. Amador

Gráfica Mourense

Grupo Ardila

Grupo Desp. Amarelejense

Hotel Passagem do Sol

IMGaspar

Logica

Moura Atlético Clube

Moura Cidade

Moura Desportos Clube

Moura Digital

Moura Investimento

Parque Noudar

Pinta Barris

Portal de Moura

Rádio Planície 92.8

Salero-Moda

Silvestre Raposo

SOS Animais

Sports4U

Univ. Sénior Moura

Vila de Amareleja

MAIS COMENTADOS

      Site Meter