Se este espaço é seu, porque não aproveitá-lo? Podem até nem lhe fazer a vontade, mas será ouvido(a)! Envie a sua informação para: nospormoura@sapo.pt

Sexta-feira, 9 de Julho de 2010

ESTE ESPAÇO É SEU E...

"O dia de hoje (8 de Julho de 2010) foi marcado por uma divulgação enorme da área da barragem de Alqueva. No entanto, não se ouviu falar de Moura, apenas o Presidente da Câmara de Portel e José Roquete foram intervenientes num programa que passou durante o dia na RTP1. Que se saiba, Moura está na área envolvente de 2 barragens, Alqueva e Pedrógão e, consequentemente, dos lagos assim gerados. Mas no que toca a desenvolvimento até parece que estes enormes potenciais não existem aqui tão perto. Enquanto que outros concelhos ribeirinhos aproveitam todo o potencial de Alqueva para promoverem desenvolvimento turístico, cá pela nossa terrinha apenas temos painéis solares para oferecer. Isto é ser-se pobre, muito pobre e pior ainda, não se saber que fazer com tamanha pobreza. Já temos conhecimento há muitos anos da falta de vontade do elenco CDU que preside aos destinos deste concelho em promover desenvolvimento turístico sério, como se de uma aposta no futuro séria se estivesse a tratar. Em vez disso, dá-se prioridade a museus, museus e mais museus. O lago de Alqueva não vai atrair certamente os museólogos que tanto gosta o caro vereador ausente e que me recordo ter sido eleito para estar presente. Moura bateu no fundo de vez e mais ainda, bateu tanto do lado da governação como da oposição. Nunca a oposição foi tão má, fraca e incompetente como está a ser neste mandato. Ainda bem que nos livrámos se caso fosse governação. O povo escolheu na medida em que tinha que escolher entre o mau e o péssimo, mal por mal ficaram pelo mau. E assim estamos, vamos de mal a pior e nunca o Concelho de Moura esteve tão mal como agora. E não podem ser atribuídas culpas ao Governo da nação, pois os concelhos vizinhos que se desenvolvem estão ao abrigo do mesmo Governo. Lamento imenso estar num Concelho de cegos, e que não querem olhar para o que os rodeia que é bem melhor que onde estão. Este tema poderia servir para um desenvolvimento mais profundo pelo Nós por Moura. Há necessidade premente de serem trazidos para aqui também, assuntos que dizem respeito a todo um concelho. Não que os assuntos aqui focados não sejam de interesse, mas temas de maior desenvolvimento seriam bem aceites por muitos dos vossos leitores. Parabéns por este espaço e continue desmascarando o que está mal por aqui, que infelizmente é quase tudo."

Comentário deixado por um leitor.

Publicado por: Nós Por Moura às 11:38
| Comentar
16 comentários:
De Informado parte 1 a 9 de Julho de 2010 às 14:34
Para um texto longo, acho que faz falta uma resposta longa. E muito sinceramente ás vezes nem sei porque me dou a este trabalho.
Começando com uma perrgunta: que infra-estruturas têm sido desenvolvidas nos concelhos vizinhos, que se destinem a explorar todo o potencial oferecido pelo Lago de Alqueva? E não falo nem da Marina da Amieira, nem de ancoradouros, nem de qualquer outro equipamento instalado nas margens da albufeira, que ora são iniciativas de privados, ora da exclusiva responsabilidade da EDIA ou da Gestalqueva. Diga-me sim quantos projectos encontra nos concelhos vizinhos que sejam resultado de investimento directo ou de iniciativa das respectivas autarquias destinadas ao "aproveitamento de todo o potencial turístico" oferecido pelo lago. É que se não os souber enumerar cai por base todo o seu discurso.
Aqui no nosso concelho e assim de repente consigo lembrar-me da requalificação de arruamentos, edifícios e monumentos do centro histórico de Moura (Castelo, Quartéis, etc) e das Aldeias (Safara, Santo Amador e Santo Aleixo por exemplo), algo que irá ser intensificado nos próximos tempos com o programa de regeneração urbana, já com financiamento garantido. Aproveitando a embalagem, apresento-lhe ainda o site http://www.mouraturismo.pt/ , feito por iniciativa da Câmara Municipal de Moura. Presenteio-o ainda com os últimos dados estatísticos disponíveis no que diz respeito a dormidas na antiga região de turismo Planície Dourada ( http://www.rt-planiciedourada.pt/boletim/Boletim10.pdf ) para constatar qual o concelho com maior número de dormidas a seguir à capital de distrito e já agora leia a notícia explicativa. Não encontrei dados estatísticos por concelho para o actual pólo de turismo de Alqueva. Mas posso ainda dizer-lhe, de fonte segura, que apesar da crise, a oferta hoteleira do concelho tem estado permanentemente próximo do limite da sua capacidade. Mais hotéis e pensões existissem, talvez mais visitantes cá viessem. Mas isso não é competência da Câmara, os privados que tomem a iniciativa. E assim, também, muito de repente consigo-me lembrar de três empresas existentes em Moura que já se encontram a "explorar" o potencial oferecido pelo plano de água. Há lugar para mais? Com toda a certeza que há! Fica o desafio para o desinformado revoltado, de criar a sua própria empresa ou, caso já tenha alguma, a tentar deixar de ser um adepto tão fanático de uma economia de tipo planificada e centralizada, totalmente dependente de verbas públicas e investimentos camarários para sobreviver. Mas no entanto (tcharan), a Câmara tem disponível um fundo destinado ao apoio às micro e pequenas empresas, o FAME, a que poderia recorrer para se financiar, caso julgasse necessário.
E no que diz respeito à oferta turística, só consegui perceber que não apostaria na inclusão da Cultura e requalificação urbana nesse pacote. Qual seria então a área de sua aposta prioritária, para os investimentos camarários no que ao turismo diz respeito? Volto apenas a pedir-lhe que na apreciação que faça seja um pouquinho menos soviético e deixe algum espaço ao investimento privado.
Aferir o desenvolvimento de uma cidade ou de um concelho pelo facto de aparecer ou não na televisão, é no mínimo completamente ridículo. Sabe quais os motivos pelos quais a Câmara de Moura, não foi convidada para esse maravilhoso programa? E já agora porque é que os promotores do empreendimento turístico da Defesa de São Brás também não foram convidados? É um projecto de dimensão aproximada ao do Roquete e tirando o facto de este já ter inaugurado o projecto pelo menos 10 vezes desde 2001, a única diferença em relação aqui ao projecto do nosso concelho é mesmo o facto de se já ter dado início ao corte de azinheiras e sobreiros...
E como é que pode dizer que o governo e o estado central não têm culpas no cartório? Como é possível afirmar tal coisa?? Estamos a atravessar a maior crise desde a década de 30 do século passado.


De informado parte 2 a 9 de Julho de 2010 às 14:36
E como é que pode dizer que o governo e o estado central não têm culpas no cartório? Como é possível afirmar tal coisa?? Estamos a atravessar a maior crise desde a década de 30 do século passado. A pobreza aumenta para níveis nunca antes vistos, o desemprego atinge números recorde, os bancos não têm dinheiro para emprestar o que por acaso até é bem feito, porque foram eles os principais responsáveis por aquilo que atravessamos (esta falta de liquidez do sistema bancário, aproveito para dizer, coloca obstáculos gigantescos na capacidade de investimento nos projectos turísticos aqui da região). Querem ver que isto é tudo culpa da Câmara de Moura? Só para o informar, e porque acho que nunca é demais repeti-lo, as questões do emprego são uma competência do estado central e não das autarquias. É a lei e a Constituição que o dizem. Lendo as suas palavras fica-se com a ideia que a crise não chega aos óasis que nos rodeiam. A galinha da vizinha é sempre melhor que a minha, mas só quando me convém…
Existe ainda um outro pequeno pormenor, passe a redundância, convidava-o a fazer uma investigação sobre quanto dinheiro tem o estado português investido em Moura directamente, sem ser em projectos dinamizados, desenvolvidos e financeiramente comparticipados pela própria autarquia nos últimos anos? Onde está o regadio? Onde estão os acessos condignos à cidade? Onde estão os postos de trabalho criados por investimento do governo no nosso concelho? Quem levou quase uma dezena de anos com os planos de ordenamento da Albufeira de Alqueva metidos na gaveta e condicionou de forma irreversível uma série de projectos condicionados por esse próprio plano?


De Anónimo ou talvez não a 9 de Julho de 2010 às 16:06
Pois posso eu afirmar com TODAS as letras que a câmara é culpada sim senhor de pelo menos em alguns atrasos no desenvolvimento. Tenho um projecto de criação de uma empresa, no qual já gastei rios de dinheiro, há cerca de 7/8 anos, e continua na gaveta porque a câmara não se digna a arranjar uma solução. Tenho terreno e não permite a construção, levanto diferentes alternativas e não serve nenhuma, peço terreno em zona industrial e não há. No fundo, tenho tentado por todos os meios e sabem qual é a solução encontrada?! Vá para o parque tecnológico/Empresarial de Santo Amador. Pois metam o parque tecnológico de Sto. Amador nun sítio que eu cá sei e eles também. É que há negócios que só podem existir em determinados locais, isto não é uma loja do chinês. Se eu criar em empresa de navegação marítima no deserto sei que vou morrer de fome, da mesma forma que não faz sentido criar a minha empresa em Santo Amador, onde não tenho nada contra, em absoluto, mas não me serve. Eu entendo que queiram dinamizar Santo Amamdor, mas não tenho de ser eu a fazê-lo com prejuízo próprio!
Para terminar a conversa, todos os anos quando me enviam uma carta para casa para participar em colóquio e entrega de prémios a jovens empresários, dá-me uma vontade tremenda de pegar no maldito papel e esfregá-lo na cara do quêm para lá o envia.
Meus incompetentes! Não sou, não posso ser jovem empresário porque suas excelências são demasiado incompetentes para poder resolver problemas. Não venham com essa história de que os problemas são todos do estado porque a incompetência de alguns, não pode ser desculpada com a de outros.
Façam um trabalho sério e tenham dignidade porque estamos TODOS fartos de políticos de meia tigela e por estas bandas são aos molhos.


De Anónimo a 9 de Julho de 2010 às 17:16
O plano de pormenor da UP11 vai hoje à Assembleia. Há poucos meses houve atribuição de lotes na zona industrial antiga. Pergunto se concorreu? Está na bolsa de investidores? Primeiro diz que a câmara não lhe arranja soluções e depois acaba por apresentar uma solução que lhe foi sugerida. Não é a que quer, mas talvez seja a única disponível dentro da legalidade. E mais que isto não posso dizer e não tenho feitio para estar a fazer papel de advogado do diabo. Mas também posso garantir uma coisa, já conheci bastantes pessoas com casos muito mais complicados que o seu e todos, sem excepção, tiveram um final feliz, pelo que vou fazer minhas as suas palavras dizendo que não podemos desculpar a nossa incompetência com a dos outros. E no entretanto houve muita questão levantada por mim no post anterior que ficou sem resposta, e normalmente quando não se tem resposta, as pessoas enraivecem-se e tendem a ficar ordinárias, isto quando não o são já por natureza. Mas ainda assim deixo-lhe uma recomendação que comigo normalmente dá resultado: Quando tenho a certeza que estou a ser prejudicado intencionalmente por alguém, quando sei que tenho soluções para as questões que levanto, que se enquadram na legalidade e são perfeitamente viáveis, quando sei que não me resolvem os problemas apenas porque não lhes apetece, recorro à justiça. Agora se acha que não tem assim tanta certeza de que aquilo que está a dizer corresponda à realidade, é melhor ir com cautela e escrever anonimamente em blogs a difamar quem lhe apetecer. É mais confortável.


De Anónimo ou talvez não a 9 de Julho de 2010 às 18:54
1º - Estou inscrito na bolsa para tribuição de terrenos sim senhor há anos (tantos quantos tem o projecto) e, pelo que diz, folgo em saber que nada me foi dito relativamente ao assunto da zona industrial antiga. Antiga?! Temos alguma nova?! (deveria ter estado calado, pelo menos essa não lhe batia na cara).
2º - Quanto à legalidade... nunca ouviu o tal provérbio que diz: Faz mais quem quer do que quem pode?! Parece que para os compadres se PODE SEMPRE!
3º - Quanto ao enraivecimento, talvez não sejamos do mesmo tamanho nem da mesma estirpe! Talvez eu seja menos polido, mas nem por isso menos honesto e verdadeiro. Não me enraiveço, nem com coisas, nem com pessoas obcecadas e sem importância. Mas posso garantir-lhe que me enraiveço bastante quando vejo o meu dinheiro ser jogado fora, não posso criar emprego, não posso gerar riqueza isto só porque não tenho uma pasta com um PIN lá dentro. Não sei se me fiz entender?! Isto para o lembrar também das ilegalidades facilmente ultrapassadas quando faz mais quem quer do que quem pode. Tenho dito.
4º - Não disse que estava a ser prejudicado intencionalmente, se ler bem as minhas palavras, percebe que aponto, não a intencionalidade, mas a falta de zelo, que são coisas distintas. E por isso não desculpo a minha ignorância com a incompetência dos outros, mas seria simpático que, quem pode e conhece a área, zelasse, fizesse algo para ajudar quem não percebe mas que pode fazer algo pela sociedade.
5º- Quanto ao recorrer à justica... Permita-me chamar-lhe desacordado! Qual justiça? A dos tribunais?! Isso não é justiça. Isso é outra coisa.
6º - Quanto ao anonimato... tenho dúvidas se, com esta conversa, os senhores do poder não me identificaram já e fizeram de imediato um risco azul por cima da minha inscrição. Sabe? Tendo em conta o pouco que conheço, não me surpreenderia que isso acontecesse, tal não é a confiança que tenho em quem PODE! Por outro lado tenho esperança que fiquem baralhados porque sei que há mais gente com o mesmo problema e indignados tal como eu.
7º - Quanto ao conforto do anonimato nos blogs... é inversamente proporcional ao desconforto de quem não quer ser criticado pelas asneiras que faz.


De Histriónica a 10 de Julho de 2010 às 02:32
1 - Temos uma zona industrial nova. Está lá uma fábrica de painéis e um ninho de empresas, nunca reparou? A bolsa de investidores foi criada há dois ou três anos.

2 -Quais compadres?

3 - O único obcecado que aqui vejo é quem acusa o "informado" de ser obcecado. Está obcecado com a mania da perseguição. Os PIN e os atropelos que fazem da lei geral aplicável aos restantes casos, não foram criados pela Câmara.

4 - A falta de zelo nos serviços públicos é igualmente punível nos tribunais.

5 - Estou a ver que afinal não é apenas a câmara que está contra si, é o mundo inteiro!!

6 - Novamente a mania da perseguição. Ainda bem que admite que conhece muito pouco para dizer uma coisa dessas. Essa indignação não me parece que esteja assim tão generalizada como diz. A AMPEAI tem sido parceira e acompanhado todo o processo de forma bastante próxima e tem perfeitamente a noção da dimensão, complexidade, morosidade e custos inerentes ao processo de criação de uma zona industrial. No entanto é perfeitamente compreensível a impaciência de quem quer ver a sua vida e a sua terra andar para a frente.

7 - O anonimato é um direito. Concorde-se ou não, nada se pode fazer contra isso.

Tenho pena que não possa ainda ter avançado com o seu projecto se ele realmente for uma mais valia para a cidade.


De Curioso a 10 de Julho de 2010 às 09:37
Realmente é dificil para amadores conseguirem seja o que for, seja a nível de oportunidades de negócio, da criação de empresas ou outro tipo de novas ideias e investimento. Não basta dizer "Eu quero", haverá a necessidade de verificar se é fazível, se é legal, se não comporta mais custos que proveitos e outros pontos importantes. Há quem queira instalar uma fábrica (de bolos, é certo) no centro da cidade. Será isso correcto para os vizinhos? Será bom para os vizinhos terem uma fábrica de bolos, ficando sujeitos aos barulhos, cheiros e movimentação de carga e pessoas que esse tipo de negócio comporta?? Tenho uma garagem (garagem que é minha, não é alugada) numa zona de prédios e moradias. Será correcto eu abrir uma oficina na garagem só porque não me apetece ir para um sitio onde não incomode os meus vizinhos? Será que o amigo "Anónimo ou Talvez Não" leu e conhece todos os regulamentos por que se rege a abertura de um negócio?

Claro, isso não implica que as autoridades locais (Câmara Municipal e outros organismos criados para o efeito) não devam ajudar ao máximo para arranjar uma solução. Esse tipo de ajuda deve ser dado... e de borla!

P.S.: Concordo com aquilo dos politicos...


De PCTPMRPP a 9 de Julho de 2010 às 18:17
São todos muito sérios, muito trabalhadores, muito honrados, muito, muito, muito, muito, muito, muito... aldrabões!
Então é assim: Tenho um espaço comercial devidamente licenciado, com alvará para venda a retalho e, pelo que me parece, não pode ser tranformado em local de fabrico e confecção de doçaria.
Aquando da proposta da pessoa que pretendia alugar, disse à pessoa que não tinha qualquer problema em que esta transformasse o espaço conforme as necessidades. Esta, foi legalizar a empresa e qual não foi o espanto de todos, quando a câmara informa que não é permitido este tipo de estividade dentro da cidade, tendo esta de implementar este tipo de actividades numa zona "industrial".
Em suma: Como não existem terrenos disponíveis (há mas são de uns senhores que ninguém toca), nem arranjaram solução, perderam-se 5 postos de trabalho.
Com os tempos que correm, é um luxo uma câmara ver escapar-se-lhe a areia das mãos e não fazer nada para ajudar a solucionar estas situações. A inércia é, sem qualquer sombra de dúvida, um defeito bem grande dos incompetentes e se são incompetentes, o que fazem em cargos públicos que, quando prejudicam uma pessoa directamente, indirectamente toca em vários?!


De Satélite a 9 de Julho de 2010 às 19:17
Portugal poderia existir sem Moura? Podia, mas nã era a mema coisa!


De Nós por Todos a 10 de Julho de 2010 às 01:37
As pessoas que criticam/difamam através de Blogs e sem dar a cara façam o favor de ir às Assembleias Municipais para pelo menos estarem um pouco mais informados...outros por seu turno estão lá mas não sabem muito bem a fazer o quê parecendo uma bailarina, sem zelar efectivamente os interesses da freguesia que o elegeu. Quanto à oposição ser a mais fraca de sempre...não terá culpa no cartório ou está revoltado por uma decisão interna do partido da oposição??? Mantenha a calma pois pelo que vejo anda muito nervoso!!! Isto de tentar desgastar através da difamação e calunia os outros através de Blogs só demonstra realmente a sua mediocridade. Existe um projecto por parte do Executivo Camarário no qual os Munícipes de Moura depositaram total confiança mais uma vez, pois está a vista de todos que este é o caminho a seguir para uma sustentabilidade tanto na Cidade de Moura como em todas as suas freguesias rurais.
Quando se fala no boicote por parte do governo é a mais pura das verdades…veja o caso no Sobral…uma vergonha…a Câmara Municipal de Moura teve que se endividar para que finalmente a dita ribeira sofresse a merecida intervenção que o Estado teima em não comparticipar. Os acessos ao nosso município são uma vergonha onde não existe qualquer tipo de intervenção pelo Estado. Agora querem fechar-nos escolas, a nossa tão prometida Urgência por fim parece que não vai abrir e vamos lá ver o que vai acontecer com o SIV. Isto é condenar à morte o interior do pais, portanto não me diga que o Governo não tem prejudicado, pois beneficiado não tem de certeza absoluta. É a mais nova politica do Governo…não ganhámos naquele município…então nada de investimento!!!!TENHAM VERGONHA!!!!
Os resultados eleitorais nas últimas eleições autárquicas são reflexo do reconhecimento por parte da população do Concelho de Moura do excelente trabalho realizado por parte dos executivos CDU ao longo dos 12 anos anteriores. É o reflexo do reconhecimento do trabalho realizado no combate ao desinvestimento por parte dos sucessivos governos PS, PSD/CDS no interior do Pais e mais concretamente em Moura, onde a Câmara Municipal tem desenvolvido sucessivos projectos para a fixação de população e a implantação de empresários. É o reflexo do reconhecimento das árduas batalhas que têm conseguido vencer quando muita gente as dava como perdidas antes mesmo de serem iniciadas como é o caso da Central Foto Voltaica e tudo o que daí advém como foi o caso da MFS e os postos que foram criados na colocação de micro-geração de energia em casa de particulares.
Poderia continuar na mesma senda e enumeras mais casos de sucesso de projectos que foram iniciativas da Câmara, porém creio que seria mal empregue perder mais tempo com pessoas como o Sr.(a) que olham só para um lado não querendo ver a realidade. Sei que ainda falta fazer muita coisa, mas passo a passo se constrói o futuro mesmo existindo entraves como já frisei anteriormente e com pessoas como o Sr.(a) que em vez de lutar em colaboração com o executivo por um Município de Moura melhor passa o dia difamando sem aportar nada de concreto e positivo.
Para terminar a minha exposição que alias vais já demasiada extensa para o que pretendia pois o meu tempo é demasiado valioso para perder tempo com este tipo de comentários de tão baixo nível da sua parte desejo-lhe que faça uma reflexão interna consigo mesmo e veja se é este tipo de atitude que leva o nosso Concelho mais eficazmente aos objectivos traçados pois no meu entender e na minha reflexão com pessoas como o(a) Sr.(a)s a tomarem estas atitudes e posições são simplesmente mais um entrave ao desenvolvimento do nosso estimado Município.
Desejo um futuro prospero ao Concelho de Moura no qual acredito no projecto em curso e peço-lhe simplesmente que reveja se realmente a sua atitude ajuda em algo no qual não acredito minimamente!


De Kosmos a 10 de Julho de 2010 às 15:26
Zona Industrial nova! Mas aquilo não é um parque nómada*?!

*nome chique que dão às possilgas dos ciganos


De Anónimo ou talvez não a 10 de Julho de 2010 às 15:31
Olhe Nós Por Todos, parece um aparelho a debitar propaganda e o meu latim não pode, não deve, nem vai ser gasto para transformar invisuais em gente de boa vista.
E não se glorie muito pelo bom trabalho feito. Os ventos não sopram sempre na mesma direcção!

Passe bem.


De Anónimo a 10 de Julho de 2010 às 20:25
E pelos vistos o que o frustra são os ventos não soprarem na direcção que mais lhe convem. É uma chatice quando assim é. Uma conversa que começou numa, prontamente rebatida, crítica à câmara pela falta de investimento na área do turismo, resvalou para a pretensa falta de apoios à implantação de empresas, críticas igualmente rebatidas, e termina com a capitulação de um propangandista fanático e desorientado a acusar os outros de o serem.. Assim vamos Nós Por Moura.

Volto a dizer que lamento que o seu negócio não tenha ainda podido avançar, apesar de não fazer a mínima ideia que negócio poderia ser esse.

Desejo-lhe, apesar de tudo, boa sorte na sua vida profissional e que quando chegar a altura de implantar o seu negócio, na nova zona industrial, que seja para criar muitos postos de trabalho. De preferência aqueles justamente remunerados e com muitos direitos para os seus trabalhadores. Embora lhe diga que com o feitio que tem, quem não queria ser seu empregado era eu!!


De Anónimo ou talvez não a 10 de Julho de 2010 às 23:59
Pois fique a saber que, já tenho colaboradores noutra empresa do mesmo ramo numa terra aqui perto e posso dizer-lhe que ainda lá estão as 3 pessoas que há 11 anos me acompanham desde que iniciei a actividade. Não me parece que andem insatisfeitos. Preocupados sim, porque gostariam de ver a empresa crescer e não se afigura fácil.
E fique a saber que não lamenta mais que eu.
Desculpe a grosseria, mas estou-me nas tintas para os ventos, só quero poder continuar a fazer aquilo que sei e pelos visto com algum sucesso.


De Curioso a 10 de Julho de 2010 às 21:04
Isto está bom, sim senhor!

Há muito tempo que não via assim tanto movimento...
Hehehe!!!


De Kosmos a 11 de Julho de 2010 às 00:05
Não tarda muito acontece-lhe o mesmo que a outros. Censura-se o blog e acaba-se com este barulho todo porque já está a incomodar muita gente.


Comentar Post

 

 

     nospormoura@sapo.pt

PESQUISAR

 

ESTATÍSTICAS

        online

        

Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


ÚLTIMAS POR CÁ

HÁ VERDADES QUE NÃO SE PO...

MOURASOL - BAIRRO ABANDON...

A SUA OPINIÃO

VERDADE ESCONDIDA - GIRAS...

CONFIRMADO - ASAE ENCERR...

ASAE ACABA DE ENCERRAR FE...

J.F. AMARELEJA GANHA PROV...

QUE TAL UM POUCO MAIS DE ...

O SEU COMENTÁRIO FOI APRO...

PALAVRA DE HONRA

PALAVRA DE HONRA

XII OLIVOMOURA

NEM TUDO É MAU

PALAVRA DE HONRA

CARTA DE LEITOR

UMA PERGUNTA:

FEIRA DO LIVRO 2012

O SECRETÁRIO DE ESTADO, C...

SERVIÇO PÚBLICO

A PEDIDO DE ALGUÉM, AQUI ...

ARQUIVOS

Outubro 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

LINKS

 

 

OBRIGATÓRIOS

Alvitrando

Amarelejando

Amílcar Bengla Mourão

Avenida da Salúquia 34

Bichos Carpinteiros

Conmoura

Entre as Águas

PDMoura

Praça da República

Prova Oral

Quarta República

 

OUTROS LOCAIS

31 da Armada

Caminhos de Terra

Casal de Quarta

Casotinha das Surpresas

Castelo de Moura

Cláudia Félix

Fábrica de Imagens

Lá Vai Moura...

Moura Volei Clube

Ravalusiarte

Rente à Relva

Santo Amador

Semeando Leituras

Serra da Adiça

Sobral da Adiça

SOS Animais Moura

Teatro Fórum Moura

 

SITES ÚTEIS

A. D. C. Moura

AGVAmareleja

Alimentos Guadiana

AMPEAI

Associação 4 Esquinas

Azeites do Alentejo

BVMoura

Câmara Municipal de Moura

Comoiprel

Courela dos Aleixos

Courela Nova

EBI de Amareleja

Feiras de Amareleja

Feiras de Moura

Festas da Tomina

Freg. de Povoa S. Miguel

Freg. de S. João Batista

Freg. de St. Agostinho

Freg. de St. Amador

Gráfica Mourense

Grupo Ardila

Grupo Desp. Amarelejense

Hotel Passagem do Sol

IMGaspar

Logica

Moura Atlético Clube

Moura Cidade

Moura Desportos Clube

Moura Digital

Moura Investimento

Parque Noudar

Pinta Barris

Portal de Moura

Rádio Planície 92.8

Salero-Moda

Silvestre Raposo

SOS Animais

Sports4U

Univ. Sénior Moura

Vila de Amareleja

MAIS COMENTADOS

      Site Meter